Olho vivo

março 5, 2015 por · Comentário
Categoria: Notícias 

simorion fotoMONTEIRO: REUNIÃO SE REPETE 20 ANOS DEPOIS

Em 1995, às vésperas da campanha municipal de 1996, o ex-Superintendente do INSS na Paraíba, Telmano Japiassu, provocou a reunião de um grupo de monteirenses para discussão e planejamento de uma candidatura à Prefeitura de Monteiro. Nascia ali o lançamento de Carlos Batinga na política local, com o apoio de várias lideranças, para suceder o então prefeito Antônio de Sousa Nunes.

Na semana passada, liderados pelo mesmo Telmano, alguns monteirenses decidiram se reunir para “formar um grupo e discutir a atual e futura conjuntura administrativa e política de Monteiro”.

Como Carlos Batinga está sem mandato, já que não logrou êxito na tentativa de reeleição como deputado, seria essa reunião de agora uma forma de motivá-lo a disputar novamente a prefeitura em 2016, ou o encontro teria sido o passo inicial de definição por mais uma candidatura de Juraci Conrado?

A resposta talvez só venha no próximo ano.

CARIRI NO DETRAN

O caririzeiro Aristeu Chaves iniciou muito bem a função de Superintendente do DETRAN/PB e a sua gestão à frente do órgão tem repercutido de forma bastante positiva.

Bacharel em Direito e Delegado de Carreira da Polícia Civil, tendo atuado inclusive em Brasília, Aristeu Chaves tem bastante experiência administrativa. Antes de ser prefeito de Camalaú, foi Superintendente de Polícia da 4ª Região, dirigindo a segurança pública nos municípios do Cariri.

Nos idos de 1981, o DETRAN/PB foi dirigido por outro caririzeiro, o monteirense Fred Menezes.

ATUAÇÃO AMPLIADA

O gabinete do deputado João Henrique na Assembleia Legislativa tem aumentado muito a sua movimentação. Não apenas pelo fato de ter sido eleito Vice-presidente da Casa Epitácio Pessoa mas, principalmente, porque o parlamentar ampliou bastante a sua área de atuação política em todo o estado.

Lideranças de diversos municípios procuram semanalmente o gabinete do deputado para encaminhamento de pleitos das suas comunidades.

PINTO DO MONTEIRO

No dia 21 de novembro, se vivo materialmente estivesse, o imortal Severino Lourenço da Silva Pinto, o Pinto do Monteiro, estaria completando 120 anos de nascimento.

Para reverenciar o rei dos cantadores pretendemos, a exemplo do que fizemos por vários anos, realizar o CONGRESSO DE VIOLEIROS DO CARIRI PARAIBANO, com a presença dos maiores nomes do repente.

UMAS & OUTRAS

José Firmino, conhecido popularmente por Zé da Pedra, era lanterneiro e, nas horas vagas, inventava de ser cantador de viola. Além de fazer cantorias em pé de parede, nas bodegas de Monteiro, o repentista freqüentava bastante a residência do mestre Pinto do Monteiro, principalmente nas manhãs de domingo, quando aconteciam rodas de glosa.

Certa vez, surgiu entre os glosadores, o mote: “Eu querendo também faço, igualzinho a Zé Limeira”.

Sem meia conversa, Zé da Pedra fez a pérola:

“Eu vi Maria Bonita
Beijando os pés de Jesus,
São José fazer cuscuz
Cozinhando na marmita.
Maomé chamou Juvita
Pra dançar forró na feira
Aí a mulher rendeira
Caiu quebrando o cabaço
Eu querendo também faço
Igualzinho a Zé Limeira”

Ao final da participação de Firmino, o velho Pinto cochichou no ouvido de Benjamin de Báu: “esse aí consegue ser mais doido do que Zé Limeira”. 

Monteiro comemora Dia Internacional da Mulher neste sábado

março 5, 2015 por · Comentário
Categoria: Notícias 

dia da mulherA Prefeitura Municipal de Monteiro estará realizando uma vasta programação para comemorar a passagem do Dia Internacional da Mulher, que acontece neste domingo, dia 8 de março.

O evento será realizado no sábado, dia 7, quando se realiza a feira livre do município, dando oportunidade para que as mulheres que residem na zona rural, também participem das festividades.

As comemorações acontecerão na rua lateral ao Mercado Público com a realização de um café da manhã a partir das 08:00, seguida de uma série de atividades voltadas para as participantes, a exemplo de feira de saúde onde serão realizados exames laboratoriais, citológicos, mamografias, pressão arterial, testes de glicemia e orientações sobre higiene bucal.

Ainda dentro da programação está previsto homenagens as mulheres que se destacaram em suas atividades no município e hoje vivem no anonimato, além do sorteio de cinco mulheres para vivenciarem um dia de Rainha. As mulheres escolhidas passarão por uma transformação em um salão de beleza e ganharão novas peças para o seu guarda roupa.

O evento é uma realização da Prefeitura de Monteiro, coordenado pela Secretaria de Ação Social em parceria com as demais secretarias do município.

Secom – PMM

São João do Tigre deve ter candidato único nas eleições de 2016 para prefeito

março 4, 2015 por · Comentário
Categoria: Notícias 
DSC_8536A boa popularidade do prefeito de São João do Tigre, Célio Barbosa, deve o fazer candidato único nas eleições do próximo ano da cidade.
Até o momento a oposição do município não lançou nenhum pré-candidato para o cargo de prefeito.
O trabalho está nos quatro cantos de São João do Tigre. Além do trabalho o que levantou a credibilidade do prefeito foi o respeito com que o mesmo trata seus compromissos junto à população da cidade.

IFPB Câmpus Monteiro realiza certificação de monitores

março 4, 2015 por · Comentário
Categoria: Notícias 

IMG_20150226_224244A equipe do Núcleo de Apoio a Pessoas com Necessidades Especiais do Câmpus Monteiro realizou a certificação de seis alunos que participaram do programa de monitoria do Núcleo de Apoio às Pessoas com Necessidades Especiais.

O programa de monitoria contou com a participação de cinco alunos bolsistas e uma voluntária, que auxiliaram alunos com deficiência a fim de promover a inclusão e contribuir para melhoria do desempenho dos mesmos. Os alunos atendidos têm deficiência visual total, baixa visão, deficiência física e deficiência auditiva.

A responsável pelo NAPNE, a Pedagoga Maria Elenice Pereira da Silva, entregou os certificados aos monitores e os elogiou pelo excelente trabalho realizado e pela participação ativa em promover a inclusão no Câmpus. O evento aconteceu na última semana de fevereiro e reuniu os alunos e a equipe gestora do Câmpus.

Ao final a aluna Karla Gabriele Muniz foi agraciada com o Certificado de Honra ao Mérito, pelo desempenho e de dedicação excepcional à atividade de monitoria. O Coordenador do Programa de Monitoria, o Pedagogo Felipe Louise, parabenizou a aluna e explicou publicamente os motivos que o levaram a solicitar a concessão do Certificado de Honra ao Mérito à referida aluna que, mesmo sendo a única monitora voluntária e morando distante do Instituto, fez consideráveis esforços para cumprir sua missão e ajudar a promover a inclusão desses alunos.

O Diretor Geral do Câmpus, o professor Fábio Câmara, e o Diretor de Desenvolvimento do Ensino, o professor Abraão Romão Batista, parabenizaram os alunos pelo desempenho das suas atividades quais monitores e garantiram a continuação da política de inclusão no Câmpus para que o Instituto possa se adaptar à demanda trazida por esses alunos.

O NAPNE Monteiro tem atuado incisivamente a fim de promover a inclusão dos alunos com deficiência e desta forma poder garantir os direitos do aluno a uma educação de qualidade e que atenda às suas necessidades.

João Henrique convoca deputados a salvar a Defensoria Pública da Paraíba

março 4, 2015 por · Comentário
Categoria: Notícias 

jhhO deputado estadual João Henrique (DEM), recebeu nesta terça-feira (3), na Assembleia Legislativa uma comissão de integrantes da Defensoria Pública do Estado. Na pauta, mais um capítulo do “impasse” do governador Ricardo Coutinho (PSB) com os defensores, por causa do veto à Lei Orçamentária Anual (LOA) de 2015 e a redução na dotação orçamentária da Defensoria Pública.

Durante discurso na tribuna da ALPB, o deputado fez um apelo a todos os parlamentares estaduais da Paraíba para unir forças em benefício da manutenção de um orçamento no mínimo suficiente para atender as necessidades da Defensoria Pública no ano 2015.

O parlamentar acredita que atender pelo menos ao essencial dos defensores públicos também é dar suporte jurídico à população que, graças ao orçamento anual dedicado a categoria, pode ser atendida gratuitamente e com dignidade.

“Que procuremos interagir com o executivo e que independente de sermos situação ou oposição que consertemos esta situação caótica pela qual passa a Defensoria Pública na Paraíba”, disse o deputado.

Segundo a Associação Nacional dos Procuradores dos Estados e do DF (Anape), sem os recursos previstos na emenda “não há como garantir a funcionalidade da Defensoria Pública na Paraíba no ano de 2015”.

A presidente da Associação dos Defensores Públicos da Paraíba, Madalena Abrantes, solicitou que os parlamentares intermediassem uma reunião entre a categoria e o Governo do Estado.

O orçamento apresentado pela Defensoria Pública para o ano de 2015 é de R$ 90 milhões, porém, após o veto e a redução na dotação orçamentária o valor caiu para cerca de metade do necessário, alcançando R$ 80 milhões apenas após uma emenda apresentada pela Assembleia Legislativa e um índice de reajuste de 2,32% em relação ao orçamento de 2014.

“Nós queremos negociar o valor do nosso orçamento que é de R$ 90 milhões. Então, se é para fazer um acordo, a defensoria perde R$ 10 milhões e o Governo também. Esse não é o ideal, mas, a categoria aceita”, disse Madalena.

Web, educação e poder

março 4, 2015 por · Comentário
Categoria: Notícias 

paivaNão é novidade que a internet se tornou ferramenta indispensável em nossa rotina. Ao acessá-la, vêm abaixo fronteiras antes intransponíveis para a maioria dos cidadãos. Contudo, tenho alertado — também para o bom uso do meio cibernético — que educação é poder. Sem o devido ensino, aliado à espiritualidade ecumênica, o manuseio desse influente recurso pode ser desastroso.

A dra. Lilian Castelani, especialista em Direito Eletrônico e Processo do Trabalho, em São Paulo/SP, fez há poucos dias um comentário de recorrente interesse das famílias:
“O principal perigo no mundo virtual é a exposição exacerbada. As pessoas não estão preparadas para usar a internet. Elas têm que ter maior responsabilidade pelo que vão publicar, principalmente nas redes sociais, nas quais a gente expõe as ideias, os nossos familiares, a nossa imagem. É importante adequar aquilo que deve, de fato, ser passado para a frente, porque, colocado na internet, está para o mundo. Dissemina-se muito rápido a informação, e ela hoje é muito valiosa”.

Recomenda a dra. Lilian: “Seja nas redes sociais ou quando você vai comprar um serviço qualquer na internet, é preciso avaliar se o site é idôneo, se os termos de uso estão de acordo com aquilo que você acha certo. Tomar esses pequenos cuidados é primordial para uma boa segurança da sua privacidade. Senão você será vítima de ilícito por culpa própria”.

O respeito ao próximo foi também ressaltado pela advogada: “É muito importante saber se o que você está colocando na internet vai magoar um terceiro, se será realmente útil para alguém ou até para si mesmo”.

Atenção agora, jovens, ao que disse a dra. Lilian: “Às vezes, as pessoas postam fotos íntimas e não sabem a repercussão que isso vai dar na internet. Com um clique, isso se dissemina para milhões de pessoas, é imensurável para quantas outras daí em diante. E para tirar da internet é muito difícil! A gente consegue a retirada do ar de ilícitos, mas de coisas que você mesmo coloca é complicado, e daí você está exposto ao cyberbullying, a humilhações. É preciso cautela ainda ao expor opiniões muito polêmicas. Então, tem que tomar esses cuidados na hora de colocar a cara na internet”.

O sociólogo Daniel Guimarães, do programa “Sociedade Solidária”, da Boa Vontade TV, expôs à dra. Lilian este quadro: “As crianças e os adolescentes são usuários ávidos dessas tecnologias. É comum as dominarem mais do que os próprios pais e, em geral, não têm tanta maturidade para compreender a questão dos limites”.

A orientação da especialista em Direito Eletrônico é que “os pais devem estar atentos à rotina da criança. Por exemplo, não deixar computador de maior uso em ambientes fechados, deixar em locais de maior circulação. Tudo bem que é difícil; hoje há os smartphones, os tablets. Mas a atenção do pai tem que ser sempre maior, observar o comportamento da criança, conversar com ela. Acho que proibir é tirá-la da sociedade hoje, porque ela está inclusa nesse meio social do virtual. Então, pelo bate-papo, deixar mais próximos pais e filhos. Entender que, às vezes, um ato do filho pode responsabilizar o pai de um crime, porque ele é responsável pelo filho. O pai não pode chegar em casa cansado e dormir. Não! Vamos saber como foi o dia e ver se o filho está mais chateado ou não. Acho que essa conversa em família é que dá maior responsabilidade”.

Para a dra. Lilian, “a palavra de ordem é educação”. Esse é o caminho para se prevenir dos crimes, que, segundo ela, “estão aí, são os mesmos, os meios é que são alterados. E hoje a gente está com uma ferramenta digital que dá uma disseminação para os crimes muito maior. Educar-se para mexer com internet é a grande segurança. Dar-se privacidade, tomar cuidado com o que expõe são as medidas mais coerentes para trafegar nesse mundo”.

Grato, dra. Lilian Castelani, pelos esclarecimentos de grande utilidade social.

Artigo de Paiva Netto

Combustível pode ser vendido adulterado na Paraíba após fim de fiscalização

março 3, 2015 por · Comentário
Categoria: Notícias 

133760,362,80,0,0,362,271,0,0,0,0A qualidade dos combustíveis comercializados nos postos da Paraíba está comprometida. A venda do álcool, diesel e gasolina está sendo feita sem fiscalização desde o dia 25 de fevereiro e sem a aferição os consumidores iram adquirir os combustíveis sem controle de qualidade e correm o risco de consumi-los adulterados.

De acordo com o chefe de Laboratório de Combustível da Universidade Federal da Paraíba, Antônio Gouveia, o contrato firmado com a Agência Nacional de Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) teve seu término após cinco anos de parceira. Segundo ele, a ANP alega falta de orçamento para renovar o contrato de manutenção.

Amostras eram recolhidas em todos os postos dos estados para analisar a qualidade dos combustíveis. “Fazíamos coleta todos os dias. De dois em dois dias mandávamos a coleta para a ANB. A aferição era feita no diesel, na gasolina e no álcool”, explicou.

Para Antônio Gouveia, o maior prejudicado com o fim da parceria é o consumidor. “O consumidor agora não vai saber qual a qualidade do combustível que está usando. Com nossa fiscalização já constatávamos adulteração e isso deve piorar”, alegou.

Segundo ele ANP, o Laboratório de Combustíveis e Materiais, a UFPB, montou uma infraestrutura, concorreu e ganhou a licitação promovida, em dezembro de 2009, pela Agência Nacional de Petróleo. Uma equipe de 26 pessoas que realizava a aferição dos combustíveis foi dispensada na sexta-feira (27).

Além da Paraíba, os estados do Ceará e do Rio Grande do Norte também tiveram seus contratos suspensos com a ANP.

MPF abre inscrições para seleção de estagiários em diversas áreas

março 3, 2015 por · Comentário
Categoria: Notícias 
MPF em João  PessoaMinistério Público Federal (MPF) na Paraíba vai abrir de 9 a 15 março de 2015 as inscrições do processo seletivo para o programa de estágio da Procuradoria da República na Paraíba (PR/PB) e das Procuradorias da República nos Municípios (PRMs) de Campina Grande, Patos, Sousa e Monteiro. Na capital paraibana as vagas são para as áreas de Administração, Ciências Contábeis, Biblioteconomia, Informática – Desenvolvimento de Sistemas, Engenharia Civil, Jornalismo e Publicidade. Já no interior do estado as vagas contemplam apenas a área de Administração. As inscrições serão feitas exclusivamente pela internet, por meio da página do MPF na Paraíba.
Acesse os edital para a João Pessoa em http://www.prpb.mpf.mp.br/news/1docs/Edital01AberturaESTGIOS2015PRPB.pdf
Acesse o edital para Campina Grande, Sousa, Patos e Monteiro em http://www.prpb.mpf.mp.br/news/1docs/Edital02AberturaESTGIOS2015PRMS.pdf
Para participar, o estudante deve estar regularmente matriculado nos cursos das áreas contempladas das instituições de ensino conveniadas com o órgão, as quais estão discriminadas nos respectivos editais. No ato da inscrição, o interessado deve ter concluído, pelo menos, 40% da carga horária ou dos créditos do curso superior, independente do semestre em que esteja formalmente matriculado, devendo-se comprovar tal exigência por meio de declaração assinada e emitida pela instituição de ensino (não servirá como comprovação para habilitação à inscrição apenas o histórico escolar). O documento deverá constar o percentual da carga horária ou dos créditos já cumpridos pelo aluno.
Detalhes – O estágio tem carga horária de 20h semanais e bolsa de R$ 800,00, mais auxílio-transporte no valor de R$ 7,00 por dia trabalhado, seguro contra acidentes pessoais e recesso remunerado de 30 dias anuais, a ser gozado, preferencialmente, nas férias escolares, sempre que o período de duração do estágio for igual ou superior a um ano, ou de forma proporcional, caso o estágio ocorra por período inferior. Os editais reservam às pessoas com deficiência e aos participantes do Sistema de Cotas para Minorias Étnico-raciais, o percentual de 10% das vagas que vierem a surgir ou forem criadas no prazo de validade do concurso.
Será publicado edital na página do MPF na Paraíba com a divulgação de data, horário e local de provas, que terão duração total de três horas com questões objetivas e subjetivas.
Inscrições em duas etapas – A inscrição será realizada em duas etapas. Na primeira, o estudante deve preencher o formulário disponibilizado no site do MPF na Paraíba, com todos os dados pessoais necessários. Ao final, deve imprimir a ficha de pré-inscrição gerada pelo sistema, que é a garantia que o candidato fez a inscrição inicial.
Na segunda etapa, deve-se confirmar a inscrição, pessoalmente, no período de 16 a 20 de março de 2015, levando a ficha de inscrição, os documentos exigidos e, opcionalmente, um pacote de fralda geriátrica, que será doado a uma instituição filantrópica. As unidades que receberão as inscrições presenciais são as seguintes:
Anexo da Procuradoria da República na Paraíba (João Pessoa):
Avenida Júlia Freire, s/n, Expedicionários, Sala 509 do Metropolitan Shopping Empresarial, João Pessoa – PB
Período e horário: de 16/03/2015 a 20/03/2015, no horário das 14h às 17h, de segunda a quinta-feira, e das 9h às 12h, na sexta-feira.
Procuradoria da República no Município de Campina Grande:
Endereço: Av. Noujaim Habib (Av. Canal do Prado), s/n, Catolé, (próximo do Complexo Judiciário).
Período e horário: de 16/03/2015 a 20/03/2015, no horário das 14h às 17h, de segunda a quinta-feira, e das 09h às 12h, na sexta-feira.
Procuradoria da República no Município de Patos:
Endereço: Procuradoria da República no Município de Patos/PB – Avenida Doutor Pedro Firmino, nº 55, Centro, Patos – PB.
Período e horário: de 16/03/2015 a 20/03/2015, no horário das 13h às 20h.
Procuradoria da República no Município de Sousa:
Endereço: Rua Francisco Vieira da Costa, sn, Bairro Raquel Gadelha (ao lado da Justiça Federal), Sousa – PB.
Período e horário: de 16/03/2015 a 20/03/2015, no horário das 14h às 17h, de segunda a quinta-feira, e das 09h às 12h, na sexta-feira.
Procuradoria da República no Município de Monteiro:
Endereço: Rua José Araújo Japiassu, 286, Centro, Monteiro – PB.
Período e horário: de 16/03/2015 a 20/03/2015, no horário das 14h às 17h, de segunda a quinta-feira, e das 09h às 12h, na sexta-feira.
Outras informações podem ser obtidas pelo número (83) 3243-0808 ou pelo e-mail prpb-nugep@mpf.mp.br. O anexos constantes nos respectivos editais de abertura trazem os programas de disciplinas para as provas, termo de adesão ao sistema de cotas para minorias étnico-raciais e formulários de solicitação de recurso para as provas objetivas e subjetivas.
Assessoria de Comunicação

Estantes para livros

março 1, 2015 por · Comentário
Categoria: Notícias 

luizamorimMinha filha comentou comigo a respeito de matéria que leu sobre a inexistência de oferta de estantes para livros no comércio brasileiro. Uma pessoa reclamava que saiu à procura de uma, para organizar seus livros em casa, mas ninguém vende este tipo de móvel no Brasil. Quem quiser, tem que encomendar a sua a um fabricante de móveis. E rezar para que ela saia conforme a sua necessidade. Eu não li a matéria, mas achei muito interessante, apesar de ser uma constatação muito triste.

Porque o fato de não haver estantes à venda, significa que não há demanda, não há procura, significa que há muito pouca gente que tem tantos livros em casa a ponto de precisar comprar estantes específicas para eles. E eu já comprovei isso, pois quando me mudei a última vez, tive que chamar um fabricante de móveis para ver se ele poderia fazer uma estante para minhas centenas de livros. E ele a fez, felizmente, do jeito que eu queria, adequando-a ao espaço que eu dispunha.

Fora do Brasil, grandes lojas oferecem centenas de modelos diferentes de estantes. Mais uma vez se comprova que, infelizmente, no Brasil se lê muito pouco. Cada vez parece que se lê menos, inversamente ao que se espera.

É verdade que há livros que a gente lê uma vez e está lido, a gente pode passá-los pra frente: doar a uma escola, a uma biblioteca ou a uma dessas excelentes iniciativas que recolhem livros em doação para disponibilizá-los a outros leitores mais adiante.

Mas há livros que a gente lê e quer guardar, para voltar a eles mais adiante, de tão bons. Então as estantes revelam-se necessárias, para não guardarmos volumes importantes dentro de armários, o que pode resultar na perda dos mesmos, por umidade, por invasão de traças, etc.

Infelizmente a cultura de um país pode ser medida, também, pela falta de oferta e de procura de estantes. Uma pena que o Brasil seja um desses países.

Por Luiz Carlos Amorim

LBV entrega kits pedagógicos e uniformes a estudantes de João Pessoa e CG

março 1, 2015 por · Comentário
Categoria: Notícias 

DSC_0930No próximo dia 5 de março (quinta-feira), a Legião da Boa Vontade (LBV) entregará os kits de material pedagógico e uniformes da campanha Criança Nota 10 — Educar alimenta o futuro! a crianças e adolescentes de João Pessoa e Campina Grande, na Paraíba. A solenidade ocorrerá noCentro Comunitário de Assistência Social da Instituição.

Em todo o Brasil, a ação beneficiará 16 mil estudantes, entre os quais se encontram participantes dos programas promovidos nos Centros Comunitários da LBV, alunos das escolas da Instituição e atendidos por organizações parceiras. Os kits, compostos de acordo com a faixa etária, vêm com estojo, lápis preto e de cor, canetas, borrachas, tesoura, tubos de cola, cadernos, mochila, dicionários de Português e de Inglês, entre outros itens.

A campanha complementa o trabalho da LBV com esse público, no qual promove atividades físicas ou esportivas, artísticas, culturais e de lazer. Assim, crianças e adolescentes desenvolvem suas potencialidades em local seguro e saudável. A Legião da Boa Vontade acredita que educar não se restringe às escolas, aos cadernos, às aulas; é também construir caminhos para que pessoas realizem seus sonhos e a chance de todos viverem em um lugar mais justo, pois educar alimenta o futuro.

Em João Pessoa o Centro Comunitário da LBV está localizado na Rua das Trincheiras, 703, no bairro de Jaguaribe. Em Campina Grande, a entidade fica situada na Avenida Getúlio Vargas, 837, no bairro da Prata. Mais informações pelo telefone (83) 3198-1500 e www.lbv.org.

Próxima Página »

  • Publicidade

    moveletro


    fabiano-escritorio2
    a1 >br> a1